Terça-feira, 30 de Maio de 2006

Flechas Quebradas

"Faz o Inesperado, Ataca o incauto."
Zhuge Liang
Há um periodo na historia da China envolto numa aura lendaria. Um periodo onde grandes homens lutaram pelo que acreditaram, onde grandes façanhas foram feitas, grandes estrategas desafiaram-se e onde o caos reinava em “Tudo debaixo do Ceu”. A queda do Imperio Han tinha dividido a terra em trés Imperios, o Imperio de Wu, o Imperio de Shu e o Imperio de Wei que lutavam entre si pela honra de unificar o Imperio. O periodo ficaria nos anais da historia chinesa como o Periodo dos Trés Reinos. Numa dessas batalhas dois exercitos preparavam-se para se enfrentarem na margem do rio Amarelo. Numa margem, as forças do Imperador SunQuan do Reino de Wu, lideradas por Zhou Yu e na outra margem as forças do Reino de Wei, lideradas pelo Imperador Cao Cao.
Zhou Yu era um comandante extraordinario, inteligente e que aprendera as artes da guerra e da literatura bastante precocemente. Como apoio para essa batalha encontrava-se tambem Zhuge Liang, o “Dragão Escondido”, que se revelaria o maior Estratega da China Antiga. Ao tomar conta do talento de Zhuge Liang, Zhou Yu reflectiu que talvez devesse arranjar maneira de se livrar dele, para não causar problemas no futuro. Certo dia, Zhou Yu convidou Zhuge Liang para discutir estrategia e perguntou-lhe qual a melhor estrategia para lidar com Cao Cao. Zhuge Liang retorquiu que o enfrentaria com flechas e Zhou Yu afirmou que tal não poderia ser, pois estavam com pouquissimas quantidades e ordenou ao “Dragão” que as fabricasse dentro de apenas 10 dias. Zhuge Liang retorquiu que as teria em 3 dias ou sofreria as consequencias.
Zhuge Liang, agindo em sigilo, exigiu a um amigo seu 20 embarcações rápidas, envoltas em cortinas negras, com trinta soldados cada, e exigiu 1000 espantalhos. Amarrou as vinte embarcações á margem e conduziu-os á margem norte. Era noite e estava um nevoeiro denso. Depois exigiu que os homens gritassem e tocassem tambores.
Ao ouvir todo o barulho, Cao Cao pensou que seria uma armadilha e ordenou que bombardeassem o rio com flechas. E assim o fizeram, initerruptamente. Quando o Sol nasceu e o nevoeiro dissipou-se, as embarcações, imersas em flechas, foram puxadas para a margem. Zhuge Liang, então entregou as flechas a Zhou Yu, escapando a uma morte certa e dando mostras do seu talento extraordinario.

Zhuge Liang


publicado por Oraculo às 23:06
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Maio de 2006

Cidade Romana na China

"History...is indeed little more than the register of the crimes, follies, and misfortunes of mankind."
Edward Gibbon
Arqueólogos acreditam na existência de uma conexão Romana com Lijian, uma antiga cidade data da Dinastia do Han Ocidental (206-223 a.C), localizada na Província de Gansu. A palavra Lijian era o nome que os Han davam á Republica Romana e a cidade teria sido construída para acomodar um grupo de prisioneiros romanos.
 
Os eventos que originaram tal acontecimento teriam decorrido como consequência da campanha de Marcus Licínius Crassus contra o Império Parto, procurando Gloria e Riqueza. Crassus liderava sete legiões, de 45000 homens, com o intuito de conquistar o Império que se assumia como sucessor dos Aquemenidas que Alexandre conquistara, quase 3 séculos antes. No entanto, a ingenuidade, arrogância e incapacidade militar de Crassus levaram á pesada derrota na Batalha de Carrae, e o próprio Crassus foi decapitado. Apanhado numa emboscada, a tradicional legião romana foi massacrada pela Cavalaria Pesada dos Partos, não muito diferente da Cavalalaria da Europa Medieval. O filho mais velho de Crassus, liderando uma força de 6000 homens, consegue escapar. Mais tarde Roma assina um tratado de paz com Ctecifonte, exigindo que os soldados capturados sejam repatriados. No entanto, essas forças não foram encontradas.
 
Um habito chinês é o de dar o nome do pais originário a cidades de imigrantes e Lijian apareceu no mapa por volta de 20 a.C., a altura em que o tratado foi assinado. Parece que as forças de Crassus vaguearam pela China, e o Imperador Han concedeu-lhes uma cidade. Anos antes, um exército Han encontrou-os, explicando que depararam com um acampamento estranho feito com troncos e cujos habitantes lutavam numa formação de “escamas”. Tal técnica pode ser identificada com a conhecida formação Testudo, utilizada pelos Romanos para se protegerem de projécteis.
 
Novas descobertas no sítio deparam com elementos de cultura romana e a estrutura da cidade é semelhante ás estruturas romanas.
 
A confirmar-se esta descoberta, é realmente mais uma demonstração de como o mundo da antiguidade clássica estava mais conectada do que pensamos. Aliás, os cartógrafos romanos tinham uma excelente noção da China, devido aos contactos na Rota da Seda e através dos intermediários no comércio.
 

Região de Gansu a Vermelho.


publicado por Oraculo às 22:43
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Maio de 2006

O destino de todos os que estudam...


publicado por Oraculo às 00:36
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Maio de 2006

A Falha da Finança Ortodoxa

"As Tecnicas que desenvolvi para o estudo de turbulencia, como o clima, tambem se aplicam ao mercado Financeiro"~ Benoit Madlebrot

Nos dias que correm, uma considerável parte dos orçamentos de empresas de consultadoria financeira é empregue em investigação, no refinamento de novos instrumentos financeiros que seriam utilizados para dar mais e melhores conselhos aos seus clientes. As Faculdades de Economia e Gestão também empregam bastantes recursos nesse sentido. Desde então, sucessivas actualizações desses instrumentos são implementadas, tendo sempre um determinado framework. No entanto o que acontece quando esse framework está errado? A Teoria vai toda abaixo.
 
É o que acontece nos mercados financeiros em geral. Toda a teoria ortodoxa das Finanças está baseada na presunção de que os preços variam de acordo com uma distribuição gaussiana ou normal, em que variações singulares não afectam a probabilidade, por serem isso mesmo, singulares.
 
No entanto, o que vários autores têm sugerido é que sejam utilizadas outras distribuições, como as de Pareto ou as chamadas de “caudas longas”, que permitam a análise de variações estranhas nos mercados. Um preço poderá variar de forma elevada, de modo a que, segundo a distribuição normal, não DEVERIA ter variado. E no entanto variou. Ao longo da historia, tem havido exemplos que provam tal facto.
Outro aspecto interessante é o facto de os preços por vezes "saltarem". Não tem uma variação continua... um dos pressupostos para que a distribuição normal esteja de acordo com os dados. 
É obvio de que a actual Teoria Financeira necessita de toda uma nova abordagem, uma com um novo leque de pressupostos. Embora seja duvidoso, que alguma vez se possa realmente prever e compreender os mercados financeiros na sua plenitude, pelo menos, é uma questão na qual milhares de economistas e financeiros deverão pensar. Nem que seja para ganhar um Premio Nobel.


publicado por Oraculo às 22:43
link do post | comentar | favorito
|

Uma radio é adicionada ao Blog!

A partir deste momento, é adicionada uma radio ao Shabestan. De facto, a radio encontra-se elaborada de acordo com as preferencias do Oraculo, mas poderá ser alterada se pedida. O grande foco da radio é Soul/R&B.

Quanto ao termo "Khonya", é um antigo termo persa para Musica.

Continuem a aparecer, que estou sempre aberto a novas sugestões.


publicado por Oraculo às 22:28
link do post | comentar | favorito
|

.Informações

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O problema de um free rid...

. A velha questão de onde g...

. Economices de uma saída á...

. Combustíveis, petróleo e ...

. Responsabilidade Social e...

. Mudanças na UALG

. Crise Imobiliária Parte I...

. Quem disse que tirar um c...

. A Crise Financeira no sec...

. Um pensamento disconexo

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.links

Blog Top Sites
Blog Directory
Locations of visitors to this page

.Khonya

.subscrever feeds